segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Sonhos... balões coloridos



Vejo meus sonhos como lindos balões coloridos que seguro, todos juntos, amarrados com cordões. Tem balões que nunca murcham. São aqueles sonhos que me dão alegria de viver. São meus, não largo o cordão nem permito que ninguém os segure por mim.Tem aqueles balões que crescem e ficam enormes depois estouram... São aqueles sonhos que vou alimentando, insistindo mas de repente eles perdem o sentido e assim, vou soltando-os pelo caminho.Tem aqueles balões que se mantem cheios por um breve tempo... São aqueles sonhos que tão logo nascem... já morrem e nem lembro deles. Tem balões que sem mais nem menos desaparecem. São os sonhos que me roubam... Tem os balões imensos, coloridos, extravagantes. Esses são minhas fantasias loucas, que amo conservá-las e faço questão de nunca largá-las, pois me fazem feliz e viajar nas asas da imaginação. E tem aqueles balões que tenho muito trabalho para segurá-los... São sonhos que me dão alegrias passageiras, mas também tristeza e dor mas mesmo assim vou insistindo em mantê-los. E um desses sonhos é você...

Nádia Santos

Nós e a lua


Numa noite toda iluminada
Olhando para o céu sem fim
Admirando a lua prateada
Quero te ter abraçado a mim

Ambos entregues a magia
Desfrutando da noite calma
Corações envoltos em alegria
Em sintonia as nossas almas

E eu imensamente apaixonada
Quero deixar tua vida perfumada
Com esse meu amor profundo...

E com minha paixão te aquecer
Com meu corpo te enlouquecer
Fazendo com que esqueças o mundo.

Nádia Santos
28/09/14

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

O sol, a lua, o mar e eu


O meu amor por ti
É como o do sol e da lua
Quando um vai embora
O outro logo desponta...
O mar é mais feliz...
Passa o dia esperando 
Para namorar a lua...
E ela vem, encantando-o!
Enquanto eu, triste e sozinha
Vejo passar o dia...
Vejo chegar a noite...
Sabendo que não serei tua...

Nádia Santos
22/08/14

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Comemorando niver - parte II



Jantar com os filhotes... 
João e Júlia, meus tesouros.
* * * * *
Eu... feliz!

* * * * * *

Bjussss
Nádia











terça-feira, 23 de setembro de 2014

Hoje é dia de agradecer...

... por mais uma primavera... a minha!




Na primavera de 23 de setembro de 1960, nascia no jardim dos meus pais sua primeira flor... Eu! Ah gente, eu era uma gracinha... e ainda sou (risos). Fui uma criança feliz e tive uma adolescência calma. Era tímida e cheia de complexo e entrei na fase adulta, com muitos preconceitos. Casei, tive dois filhos muito desejados e amados. E veio o divórcio. Com a separação, vida nova e foi ai que comecei a me conhecer, a ir dentro de mim e lá encontrar escondida, reprimida, tímida uma Nádia que não permitia que uma outra se libertasse... uma outra mais intensa , mais ousada, apaixonada e apaixonante. Comecei a escrever. E foi nessa fase, onde eu estava de encontro com meus eus que tive dois relacionamentos, que não deram certo, mais dos quais tirei lições e também ensinei, porque sempre temos algo para passar para alguém. Eu mesmo acho que tenho muito mais a aprender que ensinar. Mas enfim, ficou a amizade. 
E aqui estou eu, completando 5.4, sentindo-me maravilhosa, cheia de energia, com muita sede de viver, muita vontade de amar. Com os filhos adultos, independentes e resolvidos, quero é cuidar de mim e encontrar um amor para cuidar e fazê-lo feliz. Ser amado todos queremos... e quem não quer não é mesmo! Mas o meu desejo de amar alguém e fazê-lo feliz é muito maior, muito mais intenso...
Hoje eu só tenho a agradecer  a Deus por mais uma primavera, mas tenho pedido... e são dois:
saúde e um amor, para eu cuidar e amar. No mais, vamos ser feliz?!
Beijos doces para todos que passam por aqui e obrigada pelo carinho.

Nádia Santos





segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Te amo...

Grito ao mundo
O amor, o desejo, a paixão
Que sinto loucamente por ti,
Mas ninguém percebe...
Pois eles não conseguem
Decifrar a felicidade
Que trago estampada
No meu sorriso bobo
E no intenso brilho 
Do meu olhar...

- Te amo 
e só eu sei o quanto...

Nádia Santos
15/09/14

domingo, 14 de setembro de 2014

DIFERENTE


Não sou e não quero ser normal!
Todos os dias ser a mesma?!
Agir e pensar todo dia igual...
Nossa! Que monotonia!
Ser sempre certinha.
Andar sempre na linha...
Só de pensar, me enfastia!
Não tenho medo de mudança,
Não suporto intransigência!
Minha mente está sempre aberta,
Gosto de novas experiências!
O feio pode passar a bonito,
O não pode virar um sim,
O indecente pode ser revisto...
Pouco importa o que pensem de mim.
Sou como as quatro estações:
Ardente e quente como o verão.
As vezes triste, chorosa...
Como tardes de inverno...chuvosa!
Noutras sou melancólica...
Como as tardes de outono.
Mas a maior parte dos dias,
Sou como a primavera...
Cheia de vida e alegria!
O mundo me pede transformação...
E eu mudo! Mas não mudo a essência.
E com cuidado, para não perder a razão.
Apenas me informo e...
Informada, me transformo...
Transformada... sou diferente,
Sou especial, sem igual...
Ah! o que não quero é ser normal!

Nádia Santos

sábado, 13 de setembro de 2014

Vontade de te amar


Fecho meus olhos e me permito
Mergulhar nas minhas lembranças
Num canto qualquer...
Mas de repente meu pensamento
É invadido por ti e tudo muda!
Tudo ganha luz e muita cor
E o mundo participa de minha euforia,
De toda minha felicidade!
Tudo passa a fazer parte
De minhas loucas fantasias...
Esqueço da tristeza de ontem
E já não me interesso pelo amanhã...
O que existe é o agora
E aquieto-me para deixar
Que meu pensamento e minha alma
Corram, desatinadas, 
Desejando te encontrar!
Para soprar no teu ouvido
Minha louca vontade de te amar...

Nádia Santos
13/09/14






sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Prenúncio de primavera


 Já estou sentindo o perfume no ar
Já sinto a atmosfera perfumada
Já sente felicidade o meu olhar
Que a época das flores é chegada!

Está se aproximando a primavera
É quando ficam mais belas as flores
Rosa, margarida, orquídea, gerbera
Todas exalando deliciosos odores

Vem setembro... vem com fervor!
Vem trazendo doces surpresas
Vem trazendo muita luz e calor

Vem primavera cheia de espledor
Enche a paisagem com flores e beleza
E trás pra minha vida o meu amor!

Nádia Santos
1708/14

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Me abraça forte

Vem... me abraça forte!
Me fala coisas bonitas...
Me diz coisas bobas
Até sem nexo...
E depois deixaremos
Que falem por nós
Os nossos corpos...
Sem nenhum complexo.

Nádia Santos

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Meu sonho

Meu sonho...
Tem um corpo
Que desejo;
Tem um olhar
Que me aquece;
Tem um sorriso
Deslumbrante;
Tem uma boca
Que me enlouquece;
Tem uns braços
Aconchegantes...
E mãos ardentes
Que causam arrepios
Inebriantes!
Meu sonho...
Tem nome... o teu!
Que rezo como oração
Dita com o coração;
Que é o resumo
De uma poesia
Que recito com devoção
Para ter meus dias alegria.

Nádia Santos