quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

O que quiseres...

Na hora que desejares...vem! 
Que eu te darei palavras de carinho e conforto...
Te darei meus tantos afagos
Que são todos para ti...e não são poucos!
Ouvirás palavras amorosas, tão doce como o mel,
Que para te darei, generosa... afetuosa...
Terás de mim todo amor...
Sincero, puro, profundo, imenso...
Ardente, indecente, sem tabus e intenso!
Não será apenas sexo, nossa entrega!
Serão dois seres saciando
O desejo incontrolável carnal
Enquanto nossas almas se confundem, 
Apaixonadamente, numa felicidade divinal!
Por estarem juntas eternamente...
Na hora que desejares... vem!
E o que quiseres... diz...
Que te farei um homem... feliz!
Nádia Santos
30/01/13

*Imagem do Google

Me desculpando

Meus queridos, estava ausente porque minha casa
esta em reforma e foi preciso desligar algumas
coisinhas e dentre elas a internet. Mas já estou de
volta, postando e visitando meus amigos queridos.
Um carinhoso beijo em cada um de vocês e desculpem
a ausência.


Nádia Santos
31-01-13

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Eu sem você...

Descobri... que eu sem você...
Sou triste como ave enjaulada
Sou peixe que morre sem água
Não sou ninguém, não sou nada!

Descobri que és meu sopro divino
A brisa que minh'alma acalenta
Envolvendo-me em plena felicidade
Afastando de mim as tormentas

Descobrir que és meu doce anjo
O perfume doido de uma rubra flor
A minha mais bela e linda poesia
Uma  melodia que fala de amor

Meu corpo precisa urgente do teu
Minha alma ansiosamente te chama
Necessito doidamente deste amor
Que me aquece e o desejo inflama

Preciso desesperadamente de você
E desse amor que tanto me inspira
É ele que me faz um ser melhor
E por ti, meu coração louco suspira!

E é tão bom perdidamente te amar!
É como se vivesse um lindo sonho
Pois ao teu lado, meu doce amor...
O mundo é mais belo e risonho! 

Nádia Santos
23/07/11





segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Alma apaixonada

Minha alma intensamente apaixonada
Se agita loucamente e freneticamente
Sentindo-se sempre e sempre exaltada
Por esta paixão ensandecida e fremente

Esse desejo que corre dentro de mim
É como um rio de larva incandescente
Que vai queimando o meu corpo assim
Dilacerando minha carne ardentemente

Minha alma grita te desejando com ardor
Meu corpo te chama desejando teu calor
Agonizando numa saudade angustiante...

E vem noite e nela encontro minha cura
Quando sacio no teu corpo minha loucura
Morrendo e renascendo... em ti radiante!

Nádia Santos
25/01/13





sábado, 26 de janeiro de 2013

Se te beijasse agora...

Se te beijasse agora...
Seria um beijo ardente
Bem molhado e indecente;
Seria um beijo cheio de paixão
Com ele iria a saudade embora
Mataria o desejo que devora
O meu corpo e o meu coração

Se te beijasse agora...
Seria um beijo apaixonado
Ávido e com sabor de pecado
Que penetraria em tua alma
Desvendaria os segredos teus
Faria de ti eterno cativo meu
E do desejo que me tira a calma

Mas se te beijasse agora...
Seria eu, de ti cativa
Entregue, totalmente passiva;
E tu verias toda minha paixão
Verias que te amo de verdade
Com todo ardor e intensidade
No limite da loucura e da razão...
Nádia Santos
Recife - PE
04/09/11

*Imagem do Google
** Reedição

Palavras amordaçadas

Na penumbra das horas caladas
Nossos corpos se sentem ardentes
E as palavras na boca amordaçadas
Dão lugares a olhares indecentes

Nosso olhares se cruzam, ansiosos
Profundos, lânguidos, cheios de amor
Nossos corpos respondem ardorosos
Rogando por carícias... por favor!

O tempo não importa para nós dois
Trocamos olhares... demoradamente
Palavras são guardadas para o depois
São nossos olhos que falam insistentes

Ávidos, nos deliciamos de nós com prazer!
Bocas silenciosas...olhares que tudo diz...
Nossos corpos em delírio a se comprazer
Levando-nos a um êxtase pleno e feliz!

Nádia Santos
26/01/13





sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Marca minha pele...

Marca minha pele todos os dias
Com esse desejo, esse teu amor
Assim como minha alma em agonia
Grita essa paixão com todo ardor!

Marca minha pele todos os dias
Com todos teus beijos ardentes
Sinto uma vontade que não sacia
De sentir nossas bocas frementes

Marca minha pele todos os dias
E se joga impetuoso dentro de mim
Morrer em ti é minha doce agonia
É felicidade que não tem fim!

Marca minha pele nua... que é tua...
Que diante do desejo dos olhos teus
Percebo enlouquecida se completando
A outra parte adormecida do meu eu...
Nádia Santos
24/01/13










quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Voz sensual

Não existe coisa mais linda
Que me atiça e me excita
Que ouvir a tua voz 
Forte, máscula! Ah essa voz!
Que entra em meus ouvidos 
Faz morada, penetra minh'alma
Tira-me a calma, faz-me estremecer...
Uma voz intensa, forte, sensual!
Jamais ouvi nada assim
Causa-me frêmitos 
E um delírio sem fim...
Na tua voz percebo...
És um homem decidido,
Determinado e destemido.
Tua voz causa-me excitação 
Desperta-me de imediato
Desejos frementes, indecentes...
Tua voz deixa-me ardente
E arrepia-me a pele
Quando dizes: te amo!
Quando dizes que és meu,
Que sou tua! Ah essa voz divina...
Enche meus ouvidos de felicidade
E num breve momento
Posso ser menina travessa,
Mulher valorosa, 
E amante fogosa!
Basta por um instante 
Só te ouvir dizer: alô...

Nádia Santos

Eu em ti

Não sou apenas eu... 
Eu sou eu, em ti!
Assim como tu estás em mim.
Não quero uma simples entrega
Quero te dar meu eu, minha alma,
Como se ela fosse parte de ti 
E ela é... ela está e tu a entendes 
E a conheces até melhor...
Quero que mergulhes dentro de mim
Até nos perdermos completamente...
Confundidos... harmoniosamente!
Até sermos dois corpos 
Perdidos apaixonadamente
E uma só alma...plena,
Que se completam e se amam 
Intensamente, cada dia mais e mais!
Há pouco tempo éramos sós,
Mas agora somos "nós"!
E já chegou o tempo 
Em que nossos corpos, nossas carnes
Se entregam ao intenso prazer
De amar, verdadeiramente!
Nádia Santos

*Imagem do Google


terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Teu convite

Sentado, estendes os braços para mim
Olhando-me com aquele ar, malicioso
Com as mãos, convida-me, acenando
A sentar-me no teu colo, tão gostoso...

Mas que depressa o convite é aceito...
Com o corpo já em frêmitos de desejo
Comodamente, com carinho e com jeito
Sou recebida, com afago e doce beijo

Sinto-me rainha, a desejosa do meu rei
Tua soberana... a mais feliz e realizada
Sem temores, problemas, tudo esquecerei
Sinto tuas mãos no meu corpo agitadas...

Elas seguem... desbravando caminhos
Arrancando de minha pele leve arrepio
A boca tatuando meu corpo devagarinho
Já sou mais que rainha, sou fêmea no cio!

Nádia Santos
20/01/13










segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

De conchinha (Soneto)


Após horas de intenso amor
Onde fui tua e fostes todo meu
Quando  nos fundimos em um
O cansaço, enfim, aconteceu...

Refeitos do desejo avassalador
Procura-me carinhosamente
Abraça-me por trás com amor
Envolve-me afetuosamente

Os corpos encaixam, é perfeito!
Sinto teu calor, bater o teu peito
Sinto-me assim... tua garotinha...

Ficar com nossos corpo colados
Aos poucos nos sentindo relaxados
E adormecemos... de conchinha...
Nádia Santos
20/01/13

domingo, 20 de janeiro de 2013

Meu vício

Teu corpo é um oceano bendito
Aonde vou intensamente mergulhar
Mas é, também, o meu céu finito
Onde vejo estrelas e fico a flutuar...

Esse teu corpo tentador, viril, macio
Repleto de altos e baixos delirantes
É caminho vasto aonde me delicio
É onde me perco feliz e constante...

Teu corpo é monumento, é perdição!
Por ele e nele deliro, padeço na loucura
É meu mal necessário, minha tentação
É meu vício, minha doença, minha cura!

No teu corpo quero eternamente morar
Conhecer todos os cantos e recantos
É o espaço perfeito onde vou me aninhar
E que meu corpo necessita tanto, tanto...

No teu corpo sou tua fêmea voluptuosa
Adivinho teu desejo e sinto teu querer
Sinto-te meu homem em fúria ardorosa
Sinto-te pronto, pra neste instante morrer...

Nádia Santos
20/01/13

sábado, 19 de janeiro de 2013

Beber o silêncio

Hoje, felizmente, estamos sozinhas...
Em comunhão, apenas eu e minh'alma
Apreciando a beleza e a paz da natureza
Aproveitando dessa renovadora calma!

Não sinto nenhuma vontade de falar...
Quero apenas, lentamente, o silêncio beber
E com ele, loucamente, me embriagar
Entorpecendo, inteiramente, meu ser...

As palavras fugiram... estão escondidas
Os pensamentos estão por ai... viajando
Minha boca, insistentemente emudecida
Só com o olhar estou a tudo contemplando!

O que fazer? Não sei... decididamente...
Então, finjo um cálice de absinto beber
Embriagada sinto o meu corpo demente
E entrego-me, feliz, a um louco entorpecer...
Nádia Santos
19/01/13


*Imagem do Google




quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Vestida de incertezas


Hoje o arrebol não teve encanto
Nem senti no crepúsculo emoção
Os  olhos embaçados pela tristeza
Com o coração envolto em aflição
Impediram de ver no poente beleza

Neste momento,  triste e sozinha
Sofrendo com tantos tormentos
Deixando-me devorar pela agonia
Temores invadiram o pensamento
E nem vi a lua, que agora me sorria...

Perdoa lua, nem teu encanto seduz
Hoje estou vestida de incertezas
Tão angustiada, até calou-me a voz
Não me fascina tua luz, tua beleza
Deixe-me ficar com essa dor atroz...


Nádia Santos
17/01/13

*Imagem do Google



quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Será que o amor me enganou?


Será que o amor me enganou?
Não! O amor não engana ninguém...
Sou eu que fui e continuo sendo cega!
O amor não me enganou...
Fui eu que me deixei enganar, 
Vendo apenas o que minha carência e
Minha necessidade queriam e ansiavam.
Pobre do amor ou pobre de mim?
Pobre do amor... que eu usei
Para realizar minhas fantasias bobas...
Fantasias... que de repente se
Transformaram em densas brumas...
Fumaça que foge por entre os dedos...
Bolhas de sabão que sobem
E de repente estouram no ar...
Não... o amor não me mentiu.
Fui eu que inventei uma verdade
E dessa verdade me alimentei
Até que ela se tornou indigesta...
Também não posso dizer 
Que o amor me fugiu... Não! 
O amor não pode ter fugido...
Pois parece que ele... nunca chegou...
Nádia Santos
16/01/13

* Amo a vida, por ela ser repleta de 
   surpresas... pena que nem sempre 
   são boas...

Impiedosa

Hoje acordei acometida de uma fome...
E é uma fome tão grande... uma gana!
Tento esquecê-la...tento.. não consigo!
Ela me domina, é persistente... insistente...
É cruelmente perversa e tirana,
Maltrata-me impiedosa, deixa-me insana,
Tira-me o sossego e agita meu coração.
Perturba imensamente minha mente,
Estremece minhas entranhas,
E o meu corpo... doidamente,
Vai sentindo-se vazio do teu...
Ah essa fome é loucura!
Deixa-me suada...molhada e
Indecentemente assanhada.
Essa fome desvairada tem cura,
Essa fome tamanha tem nome....
Ela chama-se... saudade!
E só teu corpo sobre o meu
Pode aplacar toda essa vontade!
Nádia Santos
16/01/13
*Imagens do Google

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Vestir meu corpo...

Enquanto o sono fugiu de mim... atordoado
Observo as sombras que se formam no quarto...
Formadas, pela luz da lua, que entra pela janela
E fico a recordar as nossas noites de amor... 
Tão belas! Parece que faz tanto tempo... 
E passa um filme...de tanto de nós,  do que fomos... 
Fomos?! Por que me referi assim... passado?!
Não sei... Só sei que tenho tanto de ti em mim... 
Impregnado...Que chega a rasgar minha pele...
O meu corpo quer o teu corpo... agora!
Ele reclama tua ausência a cada segundo...
A cada minuto... a cada hora...
Neste instante sozinha, sou pele, sou corpo...
Louco... carente... faminto... sedento!
Esperando a qualquer momento explodir
Intensamente, todo esse sentimento
Que me alucina... que me confundi...
E a noite se faz mais longa... angustiante...
Neste silêncio, nesta solidão eu e minha alma
Perdidas e desejosas de ti, dormiremos...
Pois quem sabe amanhã... talvez...
Volte a se vestir meu corpo, 
Com teu corpo...outra vez...

Nádia Santos
15/01/13

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Preciso!

O que fazer... se te quero tanto?
Se estás tatuado em minha pele
Que é permanente teu cheiro em mim
Em meu nariz... e é ardente...sem fim...
Que meu corpo enlouquece... estremece...
Quando me tocas com tuas mãos...
Quando dominas meu sentido
Falando baixinho no meu ouvido...
O que fazer se sinto por ti desejo?
Que me perco doidamente
Nos teus braços, nos teus beijos...
Que sou viciada em teus carinhos,
Nas tuas mãos indecentes e quentes
Neste teu jeito de amar atrevido
Que me faz sonhar... e delirar!
Deste teu sexo voraz e sem pudor
Desta paixão descontrolada, insana
Que abrasa meu corpo de calor...
O que fazer se meu corpo grita pelo teu? 
Já viciado à viagens ao paraíso
E que por ti, estou sempre sedenta?
Será que não vê... que não sente...
Que de te preciso?!
Nádia Santos
14/01/13


Faz-me flutuar...

Gosto quando me seguras forte!
Sentido a firmeza de tuas mãos
Guiando-me pelas veredas da sorte
Dos sonhos, fantasias e paixão

Mãos que desbravam meus segredos
Que vestem meu corpo de prazer
Esquecendo todos os receios e medos
Com teu toque que faz-me enlouquecer!

Eleva-me! Faz-me redimida e exaltada!
Que fico mais e mais apaixonada
E esse amor, ainda mais explícito...

Estas mãos alegram o meu viver
Tatuam minha pele com teu querer
E faz-me flutuar pelo infinito...

Nádia Santos
13/01/13





sábado, 12 de janeiro de 2013

Queria...

Queria deliciar-me nesta tua boca...
E sufocar-me, sedenta, nos teus beijos
Lábios quentes, que me deixam louca
Onde quero, ávida, saciar meu desejo

E com carinho nos teus braços envolvida
Sentindo vibrar tua paixão, tuas carícias
Entregar-me, totalmente, ébria e rendida
Ao teu ímpeto insano, cheio de malícia

Que me amasse, louco, do tempo esquecido
Que a noite, finalmente, cansada partisse
E nossos corpos, dementes, nada sentisse

Mas todos meus desejos foram contidos
Sufocados, na minha pele ardente e nua
Adormeci... sozinha amor... e não fui tua...

Nádia Santos
12/01/13


sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

É pra você...

Mulher de quarenta... cinquenta...Que está
passeando entre essa idade. E ai, como te sentes?
Estás bem? Ou estás se sentindo uma coitada
E por isso estás assim... largada?!
Tens um marido ou namorado, amante ou ficante... 
Não importa! Teu coração vibra intensamente... 
Doidamente por alguém? Não?! Muda isso!
Dentro de ti tem uma fêmea, que deseja ser liberta...
Que grita de desejo, que tem o corpo repleto 
de anseios secretos, loucos para serem 
desvendados,caminhos para serem desbravados...
Abre essa jaula e deixa a fera enlouquecida sair!
Ela quer liberdade! Quer se doar, se entregar plena 
e sem pudor, extravasando toda sua sensualidade...
Não? Pensas que já não tens mais idade?
Claro que tem! Toda idade tem seu encanto, 
sua beleza, seu charme. Ame-se e deixe-se devorar!
Só assim irá libertar essa fêmea, ardente... 
sensual... única...maravilhosa...fenomenal!
Que ainda tem pra dá, carinho e amor 
Vai...não perca tempo... experimenta!
Mulher de quarenta... de cinquenta...
Mostra todo teu viço e ardor!

Nádia Santos
11/01/13

* imagem tirada do Google



Selo Literário 2013



O Selo Literário 2013 - Leia sempre
foi criado pela blogueira Érica Bosi 
http://www.leiasempre.com



Regras:
1)  Citar o nome e o link de quem te indicou
     *Quem me indicou foi José João
        Link:http://jjcruzfilho.blogspot.com.br/

2) Indicar 02 livros (no mínimo) que leu em 2012 e gostou
    * Antologia de poetas brasileiros contemporâneos 
       Volume 94
       Publicado pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores
        http://www.camarabrasileira.com/
      * 1ª Antologia Literária-ESCRITOS LISÉRGICOS
         Poesias, contos e crônicas-Natal
         De: Christian V. louis
          **Obs: Coloquei os links para quem sentir interesse 
              em adquirir exemplares e outro detalhe, é que 
              participo das 02 antologias.
   
3) Listar 03 livros que pretende ler em 2013     
    -11 Noites insones - Christian V. louis
    - 4ª Antologia da Academia de Letras e Artes de Fortaleza
      com lançamento para 27/01/2013. 
      (participo com duas poesias)
    - Antologia de poetas brasileiros contemporâneos 
      Volume 97, com laçamento para 20/01/2013
       (participo com uma poesia)
    - Segredos e mistérios da vida
       De: J.R. Viviani
    - V Antologia de poetas lusófonos
       Pela Folhetos Edições e Design
       *Ainda sem data para lançamento
         (Participo com um soneto)

4) Indicar 10 (dez) blogs para receber o selo e avisá-los
     Ai estão meus indicados:
- Lua Singular - http://luasingular.blogspot.com.br
- Lua Libra - http://lualibra.blogspot.com.br/
- Blog Bicho do Mato -http://blogdobichodomato.blogspot.com.br/
- Um sonho de Deus - http://umsonhodedeus.blogspot.com.br/
- Dany - http://danysempre.blogspot.com.br/
- Integral de mim e do meu tempo - 
   http://integraldemim.blogspot.com.br/
- Lugares de Palavras  http://lugaresdapalavra.blogspot.com.br/
- Antologia de Clarice  http://poemasversosclarice.blogspot.com.br/
- Avivar_Cel  http://www.celiamariadesousarrudajacobino.com/
- Toninho - http://mineirinho-passaredo.blogspot.com.br/

Todos os indicados aqui fiquem a vontade para aceitar ou não
pois ninguém é obrigado a fazer nada que não queira.
Um carinhoso abraço a todos e vamos ler gente!

Nádia Santos

Vem dançar...

Quero te convidar pra dançar...
A dança da volúpia e do prazer
E nesses braços quero me atar,
Pra enlouquecida... me perder!

Envolve-me ardente pela cintura
Aperta-me forte... tira-me o ar!
Entrego-me a essa doce loucura
Embriagada querendo te amar!

Nós dois e a dança do amor...
Passos perfeitos... cadenciados
Carícias concedidas sem pudor
Em corpos sedentos, excitados!

E nossas pernas rodopiando
Nessa dança de pura sedução
Nossas roupas vão se espalhando
E em nós explodindo a paixão!
Nádia Santos
10/01/13 











quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Nosso ninho


Bem ali... nosso ninho, nosso quarto
Naquela imensa cama, forte e macia
Palco de nossas ensandecidas loucuras
Libertamos todas as nossas fantasias
E o prazer e a volúpia,  tem total abertura!

O ar está impregnado como nosso amor
Nas paredes gravadas aventuras ardentes
O teto é nosso deslumbrante céu particular
Onde vemos estrelas piscando, reluzentes
Testemunhas de um louco e imenso amar!


Nádia Santos
10/01/13

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

De olhos fechados...

Estou agora sozinha...
Meu olhar ansiosamente te procura
Vagando... aflito... perdido...
É em vão... tu não estás, minha cura.
E em mim vai persistindo essa loucura!
Chego a sentir teu perfume...
Doido, voluptuoso e envolvente.
Que inteiramente me embriaga,
Deixando meu corpo ardente...
Na intenção de mandar a tristeza embora,
Fecho os olhos por um instante...
Quero te sentir... na minha loucura...
Quero te encontrar... no meu desejo!
Toco meu corpo... com minhas mãos...
Sinto como se fosse as tuas,
E sou guiada por uma deliciosa sensação...
Vou acariciando minha pele,
Fazendo o caminho que tuas mãos
Conhecem tão bem...
E de olhos fechados me perco
Assim... quando não estás,
Lembrando do teu toque...
Que ao meu corpo apraz...


Nádia Santos
08/01/13



segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

"Top Blogger da Língua Portuguesa " 2012



Meus caros amigos, seguidores e visitantes, hoje tive uma 
surpresa maravilhosa, inspiradora, incentivadora, que  me
deixou em êxtase. O
Blog Gerenciando Blog, do Edelson
Smania,  idealizador desse   projeto,  divulgou  a  lista  do
"Top Blogger  da Língua Portuguesa Portuguesa" 2012 e 

o meu blog, Gritos da Alma , aparece  na  lista  com  191 
pontos. Eu que nem imaginava estar nessa lista...
Que  linda  surpresa!  E  dedico  esse  fato  a  todo os que 
frequentam meu espaço diariamente,alguns já fieis amigos. 
Que  essa  seja  apenas  a primeira  alegria  deste  2013. A 
todos vocês meu muito obrigada,  pois  foram  suas visitas, 
prestigiando minhas poesias,que ganhei este presente lindo. 
Deixarei o link da postagem para que  todos  possam  ler e 
saber quais blogs foram os mais destacados e a  pontuação 
demais,vi blogs conhecidos meus, que visito, a todos meus 
sinceros parabéns.
Método de cálculo

Cada blog recebeu uma pontuação que varia de 0 a 1.000, 

considerando aspectos técnicos e públicos do blog e 
das redes sociais relacionadas a ele. Isso significa que o 
conteúdo dos blogs não foi avaliado, por ser inviável 
neste momento e não ser o foco do ranking.

Foram avaliados os seguintes fatores:

Alexa Rank
Google PageRank
Page Authority
MozRank
Fãs no Facebook
Seguidores no Twitter
Círculos no Google+

Façam uma visita ao Gerenciando Blog




Link:http://www.gerenciandoblog.com.br/2013/01/ranking-top-blogger-resultado-2012.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+GerenciandoBlog+%28Gerenciando+Blog%29

Um carinhoso e forte abraço  e bom dia a todos 

meus queridos leitores!

Nádia Santos

07/01/13



domingo, 6 de janeiro de 2013

Eu te encontrei!

Nos momentos íntimos... tão meus...
Tão repletos de silêncio...
Nessa paz eu te encontrei!
Até mesmo quando veio a chuva
Deixando tudo cinzento, tenebroso,
Eu te encontrei... e te senti...
No instante em que um vento frio
Causou em meu corpo... arrepio...
Penso ter sido tua alma,
À minh'alma abraçando... ardente!
Te encontrei no vento que passou...
Vindo do mar e...suavemente
Me falou no ouvido de amor...
E quando o céu, de vermelho se cobriu,
Enfeitando a tarde com o arrebol,
Também assim te encontrei,
Despertando em mim um desejo,
Quando, mansamente, se foi o sol.
Mas neste momento sozinha,
Com tua imagem gravada nos meus olhos,
Sentindo a magia do poente silencioso,
Senti uma brisa leve e quente,
por mim passar... Senti que era tua alma,
Que neste instante... veio me beijar...


Nádia Santos
06/01/13

Anseios à tardinha

Quando ao fim da tarde morre o sol
Nesta hora linda e rubra à tardinha
Meu coração vibra com o arrebol
Desejando tua boca junto a minha...

E alegremente os pássaros nesta hora
Retornam, em alvoroço, aos seus ninhos
Enquanto desejo, loucamente agora
Os nossos corpos, amor, agarradinhos...

Momento em que deslumbrante o céu
Com magia se veste dum encarnado véu...
Para receber a misteriosa e faceira lua...

Momento em que meu corpo em frêmitos,
E minha alma te chama em mudos gritos
Por querer ser amor, ardentemente tua!
Nádia Santos
04/01/13


sábado, 5 de janeiro de 2013

Simples... é nós!

Simples... é nós!
E o meu olhar no teu,
A minha mão na tua,
Um abraço apertado,
Um beijo molhado nos lábios.
Nossos corpos quentes,
Entrelaçados, excitados...
Corações acelerados,
Desejo fremente,
Vontade crescente,
Carícias ardentes...
A minha súbita nudez,
Desejando tua insensatez...
Coxas roçando coxas,
Nosso suor molhando a colcha...
Teu corpo sobre o meu,
Palavras sem nexo...
Suspiros... delírio...gemidos...
Encaixe perfeito
Do côncavo e do convexo...
Corpos convulsivos...perdidos
Êxtase iminente e já incontido...

Nádia Santos
São Luis-MA
05/01/13






Fascinação!

Fascina-me a natureza...
Encanta-me, excita-me 
Sua exuberante beleza!
Pôr-do-sol... arrebol...
Céu de cor fascinante...
Céu vermelho vibrante!
É o sol que se vai suavemente...
Com sua luz, apagando-se 
Lentamente, e enfim... 
A escuridão!
Trazendo às estrelas...
Surgindo, linda, a lua!
E eu amor, te esperando,
Ansiosamente... doidamente...
Sedenta de amor... e nua...



Nádia Santos
04/01/13


sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Como uma flor

Hoje acordei 
sentindo-me como uma flor...
Delicada, cheia de vida...
Com uma cor vibrante e quente
Com um perfume doido e envolvente... 
A te esperar... meu beija-flor!
Para te dar todo meu carinho...
Meus tantos e tantos beijos e...
Todo o meu amor! 



Nádia Santos

São Luis-MA
04/01/13


quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Feitiço

Não sei o que acontece se vejo 
A misteriosa e encantadora lua...
Sou tomada de um intenso desejo
O de ser, ardentemente, tua...

Com o teu toque me levas ao delírio
E me desperta uma sensação louca
Vejo estrelas, vou ao paraíso e extasio...
Se teus lábios roçam minha boca!

Ao teu olhar me sinto rendida
Envolvida, me entrego demente
E por teus caprichos fico perdida!

Cada carícia tua... um gemido
Cada palavra... um suspiro ardente
Vou ao êxtase... perco o sentido...

Nádia Santos
03/01/13